Memorial Descritivo

Hospital Universitário Antonio Pedro - Universidade Federal Fluminense

Logradouro: Marques de Paraná, 303
Bairro: Centro
Cidade: Niterói
Estado: RJ
Telefones: TEL: ( 21 ) 26299294
Emails: orlhuap@hotmail.com
Site: rede.huap.uff.br/huap/

Identificação

Nome do serviço:
Universidade Federal Fluminense. - Hospital Universitário Antônio Pedro (Hospital Geral) -Serviço de Otorrinolaringologia

Diretor do serviço:
Professora Maria Elisa da Cunha Ramos

Coordenador da residência médica:
Edna Patricia Charry. Ramírez

Chefe dos residentes:
Raphael Cyrillo

Dados do Projeto Pedagógico
Como a otorrinolaringologia é uma especialidade clínico-cirúrgica que exige habilidade clínica e
cirúrgica, este programa se propõe oferecer ao aluno os médios para aprimorar suas habilidades e
competências clínicas na especialidade para elaborar estratégias de diagnóstico e tratamento, assim como
adquirir habilidades para a prática de procedimentos diagnósticos (de exame clínico, otoneurológico e
endoscópico) e cirúrgicos.


Objetivos do Programa:

1. O aluno deve aprender a relacionar os conhecimentos básicos de anatomia e fisiologia regional
com os sintomas e sinais esperados nas patologias otorrinolaringológicas.

2. Adquirir habilidades para a manipulação de instrumentais e materiais em procedimentos
ambulatoriais (remoção de corpo estranho, cerume, curativos, biopsias incisionais de cavidades
aerodigestivas e realização de endoscopias).

3. Aprimorar os conhecimentos básicos em clínica cirúrgica e desenvolver habilidades para a
realização de procedimentos cirúrgicos da especialidade.

4. Interpretar e realizar exames de otoneurologia para diagnóstico e tratamento das doenças
Vestíbulococleares.

5. Desenvolver habilidades e competências no diagnóstico por imagens em Otorrinolaringologia.

6. Desenvolver atitudes de trabalho em equipe multidisciplinar.

7. Incentivar pesquisa científica e documentação.


Objetivos Intermediários
Para o R1

1. Realização de anamnese direcionada em Otorrinolaringologia (Indispensável).

2. Habilidades na execução de exame físico completo em Otorrinolaringologia (Indispensável)

3. Desenvolver habilidades para a execução de procedimentos ambulatóriais (Desejável)

4. Realizar procedimentos diagnósticos endoscópicos em vias aerodigestivas (Desejável).

5. Capacitar o aluno para aprimorar suas competências na análise dos sinais e sintomas para elaborar
estratégias de tratamento clínico ou cirúrgico, em ambiente ambulatorial como de urgência
(Indispensável).

6. Aprender as indicações, contraindicações, técnica cirúrgica e complicações das cirurgias de pequeno
porte (Indispensável).

7. Conhecer o instrumental cirúrgico para cirurgias de pequeno porte (Indispensável)

8. Adquirir habilidades para a realização de cirurgias de pequeno porte. (Indispensável)

9. Participar de cirurgias de médio porte, reconhecendo suas indicações, complicações e técnica
cirúrgica (Indispensável)

10. Utilizar Bases de dados para consulta e leitura crítica de documentos científicos (Desejável)

11. Alcançar domínio no uso do microscópio cirúrgico para procedimentos em rinologia, otologia e
laringologia (Desejável).

12. Adquirir atitudes de comportamento ético em trabalho com equipe multidisciplinar. (Indispensável)

13. Aprimorar suas habilidades em documentação fotográfica e escrita de casos clínicos (Desejável)

14. Dominar as indicações, técnica de exame e interpretação da audiometria tonal, audiometria vocal,
audiometria comportamental e imitanciometria. (Indispensável)

15. Conhecer as indicações e interpretação de exames de imagens em Otorrinolaringologia. (Desejável)

Para o R2
1. Desenvolver habilidades para execução de procedimentos ambulatóriais (Indispensável)

2. Realizar procedimentos diagnósticos endoscópicos em vias aerodigestivas (Indispensável).

3. Aprender as indicações, contraindicações, técnica cirúrgica e complicações das cirurgias de médio
porte (Indispensável).

4. Conhecer o instrumental cirúrgico e técnica cirúrgica em cirurgias de médio porte (Indispensável)

5. Participar de cirurgias de grande porte, reconhecendo suas indicações, complicações e técnica
cirúrgica (Indispensável)

6. Adquirir habilidades para a realização de cirurgias de médio porte. (Indispensável)

7. Aprender a indicação, técnica de execução e interpretação de exames em otoneurologia (Desejável)

8. Alcançar domínio no uso do microscópio cirúrgico para procedimentos em rinologia, otologia e
laringologia (Indispensável).

9. Utilizar Bases de dados para consulta e leitura crítica de documentos científicos (Indispensável)

10. Aprimorar suas habilidades em documentação fotográfica e escrita de casos clínicos (Indispensável)

11. Desenvolver habilidades e competências para elaborar, documentar e apresentar trabalhos científicos
(Desejável)

12. Aprender a indicar e interpretar estúdios de radiodiagnóstico e videoendoscopia em
Otorrinolaringologia e Cabeça e Pescoço (Desejável).

13. Realizar treinamento de técnica cirúrgica otológica em peças de dissecção.

14. Aprender as indicações, técnica de exame e interpretação do exame Otoneurológico, BERA,
Otoemissões e eletrococleografia. (Desejável)

Para o R3
1. Aprender as indicações, contraindicações, técnica cirúrgica e complicações das cirurgias de grande
porte (Indispensável).

2. Conhecer o instrumental cirúrgico e técnica cirúrgica em cirurgias de grande porte (Indispensável).

3. Realizar cirurgias de pequeno, médio e grande porte, assim como reconhecer e controlar suas
possíveis complicações (Indispensável).

4. Aprender a indicação, técnica de execução e interpretação de exames em otoneurologia
(Indispensável)

5. Desenvolver habilidades e competências para elaborar, documentar e apresentar trabalhos científicos
(Indispensável)

6. Aprender as indicações, técnica de exame e interpretação do exame Otoneurológico, BERA,
Otoemissões e eletrococleografia. (Indispensável)

7. Dominar as indicações e interpretação de exames de imagens em Otorrinolaringologia assim como
Polissonografia. (Indispensável)


Duração do curso:

A Residência Medica em Otorrinolaringologia tem duração total de 8040 (oito mil e quarenta) horas fazendo
um total de três (03) anos de duração.

Carga horária semanal:

Das atividades praticas
Atividades Práticas Para o R1

ENFERMARIAS
432 h
LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Enfermaria 6h 12
Atendimento Pareceres 2h 12


AMBULATÓRIO(S) 720 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Ambulatório Geral de ORL 02 12
Ambulatório de Pequenas Cirurgias 02 12
Ambulatório de Otoneurologia 01 12
Ambulatório de Otorrinopediatria 02 12
Ambulatório de Cabeça e Pescoço 01 12
Ambulatório de Otologia 01 12
Ambulatório de Rinologia 02 12
Ambulatório de Estomatologia / Bucofaringologia 02 12


CENTRO CIRÚRGICO 576 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Centro Cirúrgico 12 12


ESTÁGIOS 720 h LOCAL Dedicação semanal Duração Semanas
Bucofaringologia 02 12
Estomatologia e laringologia 02 12
Otologia e otoneurologia 02 12
Rinologia e sinusologia 02 12
Tumores da face, pescoço e base do crânio 01 12
Cirurgia do trauma e estética facial 01 12
Urgências e emergências em otorrinolaringologia 02 12


URGÊNCIA & EMERGÊNCIA 288 h LOCAL PERÍODO
Hospital Municipal Souza Aguiar 6 12


Atividades Práticas Para o R2


Nome da Atividade:
Ambulatório
Laboratório de Otoneurologia
Centro de Endoscopia per-oral
Centro Cirúrgico
Centro de habilitação
Enfermaria
Laboratório de anatomia
Pronto atendimento
Pronto Socorro
Urgência e Emergência
Descanso Semanal
Descanso Pós-Plantão
Reunião mensal da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado de Rio de Janeiro

 

ENFERMARIAS 432 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Enfermaria 6h 12
Atendimento Pareceres 2h 12


AMBULATÓRIO(S) 720 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Ambulatório Geral de ORL 01 12
Ambulatório de Pequenas Cirurgias 02 12
Ambulatório de Otoneurologia 02 12
Ambulatório de Otorrinopediatria 01 12
Ambulatório de Cabeça e Pescoço 02 12
Ambulatório de Otologia 02 12
Ambulatório de Rinologia 01 12
Ambulatório de Estomatologia / Bucofaringologia 02 12


CENTRO CIRÚRGICO 576 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Centro Cirúrgico 12 12


ESTÁGIOS 720 h LOCAL Dedicação semanal Duração Semanas
Bucofaringologia 01 12
Estomatologia e laringologia 02 12
Otologia e otoneurologia 02 12
Rinologia e sinusologia 02 12
Tumores da face, pescoço e base do crânio 02 12
Cirurgia do trauma e estética facial 02 12
Urgências e emergências em otorrinolaringologia 01 12


URGÊNCIA & EMERGÊNCIA 288 h LOCAL Dedicação semanal Duração Semanas
Hospital Municipal Souza Aguiar 6 12


Atividades Práticas Para o R3


Nome da Atividade:
Ambulatório
Laboratório de Otoneurologia
Centro de Endoscopia per-oral
Centro Cirúrgico
Enfermaria
Laboratório de anatomia
Pronto atendimento
Pronto Socorro
Urgência e Emergência
Descanso Semanal
Descanso Pós-Plantão
Reunião mensal da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado de Rio de Janeiro

 

ENFERMARIAS 432 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Enfermaria 6h 12
Atendimento Pareceres 2h 12


AMBULATÓRIO(S) 720 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Ambulatório Geral de ORL 01 12
Ambulatório de Pequenas Cirurgias 02 12
Ambulatório de Otoneurologia 02 12
Ambulatório de Otorrinopediatria 02 12
Ambulatório de Cabeça e Pescoço 02 12
Ambulatório de Otologia 02 12
Ambulatório de Rinologia 01 12
Ambulatório de Estomatologia / Bucofaringologia 01 12


CENTRO CIRÚRGICO 576 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Centro Cirúrgico 12 12


ESTÁGIOS 720 h LOCAL Dedicação semanal Duração Semanas
Bucofaringologia 01 12
Estomatologia e laringologia 02 12
Otologia e otoneurologia 02 12
Rinologia e sinusologia 02 12
Tumores da face, pescoço e base do crânio 02 12
Cirurgia do trauma e estética facial 02 12
Urgências e emergências em otorrinolaringologia 02 12


URGÊNCIA & EMERGÊNCIA 288 h LOCAL Dedicação Semanal Duração Semanas
Hospital Municipal Souza Aguiar 6 12

Atividades - Teóricas

Atividades teóricas para o R1

Atividades Teóricas ( R1 )

Tipo Atividade Atividade Local Dedicação Semanal Duração Semanas Total Horas
Teórica Aula Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Análise e discussão casos Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Reunião Semanal Faculdade Medicina - UFF 03 44 132

Reunião mensal SORL-RJ SORL-RJ 4 12 48

Horas de Estudo Biblioteca - HUAP - UFF 10 44 440


Atividades teóricas para o R2

Atividades Teóricas ( R2 )

 

Tipo Atividade Atividade Local Dedicação Semanal Duração Semanas Total Horas
Teórica Aula Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Análise e discussão casos Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Reunião Semanal Faculdade Medicina - UFF 03 44 132

Reunião mensal SORL-RJ SORL-RJ 4 12 48

Horas de Estudo Biblioteca - HUAP - UFF 10 44 440


Atividades teóricas para o R1

Atividades Teóricas ( R3 )

Tipo Atividade Atividade Local Dedicação Semanal Duração Semanas Total Horas
Teórica Aula Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Análise e discussão casos Faculdade Medicina - UFF 02 44 88

Reunião Semanal Faculdade Medicina - UFF 03 44 132

Reunião mensal SORL-RJ SORL-RJ 4 12 48

Horas de Estudo Biblioteca - HUAP - UFF 10 44 440

Número de vagas (por período/ano):

Período Total de Vagas
R1 02
R2 02
R3 02

Número de preceptores: 17 preceptores

Corpo Docente

Nome do docente Qualificação Médica Tempo Docente Tempo dedicação Carga Horária
Maria Elisa da C. Ramos Doutor
Integral 40h
Oswaldo Luiz Muzi de Souza Mestre
Integral 40h
Sebastião Tonon Mestre
Integral 40h
José Antônio de Paula Felix Especialista
Parcial 20h
Paulo José Fernandes Ferreira Especialista
Integral 40h
Angela Calcanhoto Especialista
Integral 40h
Franz Luiz Especialista
Integral 40h
Marcelo Lodi Especialista
Parcial 20h
Nabor Plazas Ruiz Especialista
Integral 40h
Andréa Oliveira Amaral Mestre
Integral 40h
Pache Farias Especialista
Integral 40h
Jeanilço Especialista
Integral 40h
Raphael Cyrillo Especialista
Parcial 20h
Edna Patricia C. Ramírez Mestre
Parcial 20h
Gabriel Massot Especialista
Parcial 20h
Gustavo Agnalotte Especialista
Parcial 20h
Maria Cristina Saiury Especialista
Parcial 20h


Áreas de treinamento

SEMANA PADRÃO

 

R 1 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira
manhã Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Audiometria Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Audiometria Enfermaria Leitura e discussão de artigos científicos Discussão de casos clínicos Prova semanal Ambulatório cirúrgico Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Audiometria Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Audiometria Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte
tarde Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe

Plantão na Emergência Otorrinolaringolgógica 06 horas/semana


R 2 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira
manhã Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Potencial evocado Auditivo BERA Laboratório de Equilibriometria Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Enfermaria Ambulatório Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Potencial evocado Auditivo BERA Laboratório de Equilibriometria Enfermaria Leitura e discussão de artigos científicos Discussão de casos clínicos Prova semanal Ambulatório cirúrgico Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte
tarde Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe

Plantão na Emergência Otorrinolaringológica 06 horas/semana


R 3 2ª feira 3ª feira 4ª feira 5ª feira 6ª feira
manhã Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Audiometria Potencial evocado Auditivo BERA Laboratório de Equilibriometria Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Enfermaria Leitura e discussão de artigos científicos Discussão de casos clínicos Prova semanal Ambulatório cirúrgico Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Enfermaria Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte
tarde Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Centro Cirúrgico realizando cirurgias de pequeno porte e grande porte Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe Ambulatório ORL Pareceres de outros serviços Sala de exames complementares: Laboratório de Laringe

Plantão na Emergência Otorrinolaringológica 06 horas/semana

Locais de treinamento

  • Dependências do HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO

  • Ambulatórios

  • Centro Cirúrgico da Otorrinolaringologia (próprio)

  • Enfermaria da ORL

  • Plantão de Emergência

    • No Próprio Hospital

    • Souza Aguiar (grande emergência no Rio de Janeiro) por convenio firmado

  • Salas de exames

  • Salas de aula

  • Salas de reunião

  • Biblioteca

  • Salas de multimídia

  • Laboratório de informática

Atividades

a) Científicas

Todas as nossas atividades ocorrem as quartas feiras de 7:00h da manha até as 13:30 e inclui:

  • Reunião científica geral

  • Sessão de casos clínicos

  • Sessão de artigos científicos

  • Prova com avaliação semanal

  • Prova oral com imagens e casos clínicos

  • Seção clinica cirúrgica com todo staff de cirurgiões


b) Clínicas

  • Ambulatório diário

    • De segunda a sexta de 8:00h da manha as 17:00h
  • Pronto atendimento

    • De segunda a sexta de 8:00h da manha as 17:00h
  • Plantões de emergência
    • por escala

c) Exames complementares:

Exame Nº Total/Mês Nº por Residente/Mês
Audiometria tonal e vocal 135 22
Audimetria tonal infantil 36 6
Audiometria de Campo livre 36 6
Imitanciometria 150 25
Vectoelectronistagmografia 24 4
videoneistagmografia 24 4
Eletrococleografia 48 8
BERA 60 10
Emissões Otoacústicas 60 10
VEMP 12 2
Videolaringoscopia 64 10
Laringoscopia Direta 24 2
Fibronasofaringolaringoscopia72 12

d) Cirúrgicas

Dias de cirurgia são:

  1. Segunda o dia todo com anestesia geral e local

  2. Quarta feira pela manha com geral a tarde com local.

  3. Quinta feira pela manha com geral e com local.

  4. Sexta feira pela manha com geral e locas

1e. Dissecção de osso temporal
Programadas pela profa. Edna Patrícia

 

Instalações

Fachada do Hospital Universitário Antônio Pedro



Recepção do Hospital Universitário Antônio Pedro

a) Consultórios

Recepção

Recepção do Serviço de Otorrinolaringologia:

 

Consultório(s):

Armários, maca, Cadeiras de ORL, mesas de apoio, instrumental, fonte de luz, fotoforos, Microscopio, otoscopios, bandejas de procedimentos


b) Sala de Exames Audiológicos:

Cabine, audiômetros, impedanciometro, campo livre, instrumental para avaliação comportamental, otoscopio, computador ligado a internet, impressora, mesas cadeiras


c) Sala de Procedimento da instituição:
Relacionar móveis e equipamentos com respectiva foto do local


d) Laboratório de dissecção de osso temporal (relacionar todos os equipamentos e mobília da sala, com respectiva(s) foto(s) do laboratório)

e) Sala de exames Vectoeletronistagmografia (relacionar todos os equipamentos e mobília da sala, com respectiva(s) foto(s))

Vectoeletronistagmografo (contronic), otocalorímetro, estimulador a ar, barra de led, videonistagmografia, óculos de FRENZEL, Video frenzel, estimulador vibratório para nistagmo vibratório, cadeira rotatória computadorizada, otoscopio, computador ligado a internet, impressora, mesas cadeiras


f) Sala de BERA (relacionar todos os equipamentos e mobília da sala, com respectiva(s) foto(s))

Aparelho de potencial evocado, VEMP, Eletronistagmografia, P300, otoscopio, computador ligado a internet, impressora, mesas cadeiras


g) Emissões Otoacusticas


h) Centro cirúrgico.

i) Duas salas de cirurgia totalmente equipada e devidamente autorizadas a funcionar pela Vigilancia sanitari. Contando com todos os equipamentos exigidos portal. Alem de 02 microscopios, caixas de material cirúrgico para executar todas as cirurgias já descritas nesse memorial e etc.

 

Locais de atividades científicas e de ensino

  • Biblioteca

    • Revistas

      • Periodicos capes

      • Ovid

      • up to date

    • Livros

    • Alguns livros se encontram em poder dos residentes
  • Informatização científica online/ Videoteca

  • Auditório, sala de reuniões e recursos audiovisuais





Sala com cadeiras, mesa, ar condicionado, data show e PC, internet de alta velocidade (projeto GIGA)



a) Programa de Educação Médica Continuada

Otomaster Otoweb

b) Reuniões científicas Cursos teóricos, reuniões bibliográficas, discussão de casos clínicos e cirúrgicos, sessão de vídeos

Todas as quartas feiras da semana, como já foi descrito anteriormente, ocorre todas as nossas atividades entre elas o estudo de capítulos do tratado de ORL. Todas as nossas atividades se iniciam as 7:30 da manha e vao ate as 13:30h e englobam reuniões bibliográficas, clube da revista com leitura de artigos, discussão de caso, sessão de vídeo, prova escrita e aulas. Encontram-se devidamente documentadas através de livro-ata onde ocorre há a descrição de tudo o que ocorreu além de assinaturas de todos os presentes, alunos e staff. Caso necessário poderemos enviar via email, digitalizado, as paginas desse livro. Abaixo segue toda a programação do ano de 2011.

Programação de estudos para o anos de 2011

Rinologia e Base de Crânio
Faringoestomatologia

  1. rinossinusite aguda, rinite não-alergica, alergica e atrofica

  2. rinossinusite cronica, fungica, fibrose cística e discinesia ciliar primaria

  3. rinussinusite em pacientes imunodeprimidos e complicaçoes das rinossinutes

  4. polipomatose nasossinusal

  5. osteomielite frontal, etmoidal e temporal

  6. papilomas nasais e nasossinusais

  7. granulomatoses nasais, doenças inflamatorias nasais cronicas específicas

  8. malformaçoes nasais da linha media e atresia coanal congenita

  9. obstrução nasal e obtrução nasal no recemnascido e na criança

  10. o sentido da olfaçao e cefaleias em ORL

  11. epistaxe grave e angiofibroma nasofaringeo juvenil

  12. septoplastia

  13. cirurgia da perfuraçao do septo nasal e tratamento das conchas nasais

  14. abordagens externas aos seios paranasais

  15. cirurgia endoscopicda funcional dos seios paranasais

  16. cirurgia do seio maxilar e cirurgia do ducto lacrimonasal

  17. abordagem da arteria maxilar via retromolar e complicações da cirurgia endoscopica endonasal

  18. Anatomia cirúrgica do nervo facial e aspectos clinicos da paralisia facial do RN

  19. Paralisia facial periférica e paralisia de Bell

  20. Cirurgia e descompressão do nervo facial

  21. Anatomia da base de cranio e diagnóstico das afecções da base de crânio

  22. Neoplasias malignas do osso temporal e schwannoma

  23. Tumor do 8o par craniano

  24. Lesão Elementar na Mucosa Oral / Lesões Comuns na Estomatologia (Ulcerações e Crescimentos teciduais)

  25. Lesões Erosivas da Boca e Estomatites Ulceronecrosantes

  26. Lesões Aftosas Recorrentes / Patologias Virais na Cavidade Oral e infecção oral pelo Papilomavírus

  27. Lesões Brancas e Lesões Pigmentadas da Mucosa Oral

  28. Doenças Vesicobolhosas

  29. Doenças Gengivais

  30. Afecções da Língua

  31. Doenças Ulcerogranulomatosas e Lesões Traumáticas da Mucosa Oral

  32. Lesões Orais Associadas à SIDA e Manifestações Orais de Doenças Sistêmicas

  33. Doenças Traumáticas da Boca

  34. Patologia Bucal

  35. Tumores Benignos da Boca

  36. Tumores Malignos da Boca

  37. Queilites, Sialoadenites (aguda, crônica e sialolitíase) e Sialoadenites na criança

  38. Função Velofaríngea

  39. Distúrbios Miofuncionais Orofaciais na Criança

  40. Fissuras Labiopalatinas: abordagem e tratamento.

  41. Epitélio Especial das Criptas Amigdalianas / Doenças Bacterianas Inespecíficas da Boca e Infecções Inespecíficas do Tecido Ósseo e Mucosa da Boca

  42. Faringites e Complicações Supuradas Locorregionais (abescessos periamigdaliano, parafaríngeo, retrofaríngeo)

  43. Indicações, Contraindicações e Complicações das Adenoamigdalectomias

  44. Ronco e Apneia do Sono

  45. SAHOS: noções gerais, a síndrome na infância.

  46. SAHOS: tratamento clínico e aparelhos para tratamento do ronco e da síndrome.

  47. Xerostomia e Síndrome de Sjogren / Halitose

  48. Oclusão Mandibular e Tosse

c) Sala de Reuniões

 

Atividades Ambulatoriais

a) Número de atendimentos

- Atendimento médio diários no serviço = 40 a 50 /dia
- Procedimentos realizados durante o ano: 380 (excluindo as cirurgias com anestesia geral!)
- Consultas no ano por residente: 1600 consultas por ano para cada residente
- Internações cirúrgicas:

  • cirurgias/mês: 18 a 20

  • cirurgias/ano: 210 a 220

Exame Nº Total/Mês Nº por Residente/Mês
Audiometria tonal e vocal 135 22
Audimetria tonal infantil 36 6
Audiometria de Campo livre 36 6
Imitanciometria 150 25
Vectoelectronistagmografia 24 4
videoneistagmografia 24 4
Eletrococleografia 48 8
BERA 60 10
Emissões Otoacústicas 60 10
VEMP 12 2
Videolaringoscopia 64 10
Laringoscopia Direta 24 2
Fibronasofaringolaringoscopia 72 12

 

b) Escala de docentes no ambulatório/centro cirúrgico

  • Centro Cirúrgico


Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Manha Prfa. Edna Patricia Prof. Raphael Cyrillo

Profa. Maria Cristina Sayuri Prof. Nabor Ruiz Prof. Marcelo Lodd Prof. Raphael Cyrillo






Tarde Prof. Nabor Ruiz Prof. Gustavo
Profa. Maria Cristina Sayuri
Prof. Gustavo

  • Ambulatório

Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira
Manha Prfa. Jose Antonioa Profa. Maria Elisa Prof. Paulo Profa. Angela Prof. Jeanilson Todos estão nas atividades cientificas Profa. Angela Prof. Oswaldo Prof. Franz Luiz Profa. Maria Elisa






Tarde Prof. Franz Luiz Prof. Tonon Prof. Franz Luiz Prof. Gabriel Prof. Jeanilson Prof. Tonon Profa. Angela Prof. Tonon Prof. Gustavo Prof. Jeanilson

 

Atividades cirúrgicas

CIRURGIA No TOTAL CIR.
LARINGEA
17
LARINGECTOMIA PARCIAL 11
LARINGECTOMIA TOTAL 3
MICROCIRURGIA 3
BIOPSIA LARINGE 1



BUCO-FARINGOLOGIA
75
ADENOIDECOTMIA/AA 67
UVULOPALATOFARINGOPLASTIA 2
fenda palatina 1
EX POLIPO TONSILA 1
EX. CISTO G SAL MENOR 2
EX. TUMOR PALATO 1
EX. T LABIO 1



NASOSINUSAL
45
SEPTOPLASTIA 19
SINUSECTOMIA 16
CIRURGIA DO CORNETO INF 23
Ex. PAPILOMA NASOSINUSAL 1
POLIPOSE NASOSINUSAL

BIOPSIA MAXILAR 1
ABORDAGEM P/ T HIPOFISE 2
IMPERF COANAL 1
EX. CISTO NASOALVEOLAR 1



OTOLOGIA
32
timpanoplastia 26
mastoidectomia 2
estapedectomia

timpanotomia TV

DRENAGEM ABSCESSO AURICULAR 2
EX TUMOR ORELHA EXT 2



ESTÉTICA
10
RINOSEPTOPLASTIA 6
Otoplastia 0
RECONST LOBO ORELHA 3
RECONST ORELHA 1



PESCOÇO
14
Ex. glandula submandibular 1
Ex. Parótida 6
Ex. cisto branquial/tireoglosso 2
Biopsia MASSA cervical 3
TRAQUEOSTOMIA 1
TTO NEURALGIA TRIGEMEO 1



BMF
1
REDUÇÃO FRATURA MALAR 1
TOTAL 214

 

Corpo docente do serviço

Nome do docente Qualificação Médica Tempo dedicação Carga Horária
Maria Elisa da C. Ramos Doutor Integral 40h
Oswaldo Luiz Muzi de Souza Mestre Integral 40h
Sebastião Tonon Mestre Integral 40h
José Antônio de Paula Felix Especialista Parcial 20h
Paulo José Fernandes Ferreira Especialista Integral 40h
Angela Calcanhoto Especialista Integral 40h
Franz Luiz Especialista Integral 40h
Marcelo Lodi Especialista Parcial 20h
Nabor Plazas Ruiz Especialista Integral 40h
Andréa Oliveira Amaral Mestre Integral 40h
Pache Farias Especialista Integral 40h
Jeanilço Especialista Integral 40h
Raphael Cyrillo Especialista Parcial 20h
Edna Patricia C. Ramírez Mestre Parcial 20h

 

Residentes formados

Daniel Tonon

Livia Noleto

Daniele Gomes R. Teixeira Vieira

Raphael Joaquim Teles Cyrillo

Renata Cristine Nogueira de Figueiredo

Leonardo Martins Jr.

Bruno de Freitas Turiel

Fernanda Crsitina da Silva

Octavio Figueiredo Neto Barbosa

Andre Costa Pinto Ribeiro

Berenice Zottis

Oswaldo Luiz Muzy de Souza

Paulo José Fernandes Ferreira

Marcos Netto Barbosa

Claire Felomena dos Santos Tesch

João Vianney Brito de Oliveira

Fatima Ferreira Bentes Novais

Andre de Oliveira Campos

Clauda Ortiz de Jesus

Mona Kalaoun

Gecimara Aparecida Hybner

Marilia Guimaraes Vaconcelos

Andrea Gome

Edna Patricia C. Ramírez

Roberto Paz Vieira

Rosalvo Moura

Rodrigo Cantini

Daniela Capri

Rodrigo Correia

Andre Cecon

 

Residentes formados com Mestrado

Raphael Cirillo

Oswaldo Muzzi

Paulo José Fernandes Ferreira

 

Congressos e cursos realizados

Workshop Uff (2x ao ano)

Publicações

2011

GOMES, Geraldo Augusto et al. Aesthetic comparison of the ideal nasal radix height in brazilians. Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) [online]. 2011, vol.77, n.3, pp. 334-340. ISSN 1808-8694

2006-2007-2008


Título Autores Revistas
Cisto de Face gigante Busch P, Vieira MEC et al. Revista da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado RJ
Potenciais evocados auditivos em diabetes tipo II sem sintomas auditivos Amaral AOC, Cagy M, Ramos MEVC et al Em apreciação
Hidropisia endolinfática em pacientes diabéticos sem sintomas vestibulococleares Ramírez EPC, Cagy M, Ramos MEVC et al Em apreciação

 

Trabalhos publicados

1. Trabalho "ANOSMIA E FÍSTULA PALPEBRAL COMO APRESENTAÇÕES DE UMA MUCOCELE COMPLICADA - RELATO DE CASO" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro - RJ

2. Trabalho "HEMANGIOMA NASAL" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro - RJ

3. Trabalho "DOENÇA GRANULOMATOSA NASOSSINUSAL CRÔNICA - DIAGNÓSTICOS DIFERENCIAIS" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011Junho 2011 rio de Janeiro - RJ

4. Trabalho "DERMATROFIBROMA NASAL - UMA APRESENTAÇÃO INCOMUM" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro -RJ

5. Trabalho "Tumor de Castleman - Diagnóstico Diferencial de Massa Cervical" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro - RJ

6. Trabalho "TUBERCULOSE LARÍNGEA - RELATO DE CASO" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro - RJ

7. Trabalho "Atresia Coanal na Adolescência - Um Instigante Diagnóstico Diferencial" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio de Janeiro -RJ

8. Trabalho "Síndrome do Aqueduto Vestibular Alargado - Diagnóstico Diferencial de Disacusia" do XIV Congresso Latino Americano de Rinologia e cirurgia Facial RINO 2011 Junho 2011 rio deJaneiro - RJ

9. Trabalho "Relato de Caso: Papilomatose em Úvula" do XXXX Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - novembro 2010 - Natal

10. Trabalho "Relato de Caso: Nasoangiofibroma Juvenil" do XXXX Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - novembro 2010 - Natal

11. Trabalho "Complicação Nasal por implantes Dentário: Relato de Caso" do VI Congresso da sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro, - 2010 - Rio de Janeiro

12. Trabalho "síndrome de Kartagener: Relato de Caso" do VI Congresso da sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro, - 2010 - Rio de Janeiro

13. Trabalho "Relato de Caso: Mucocele fronto-maxilar com importante exoftalmia bilateral" do VI Congresso da sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro, - 2010 - Rio deJaneiro.

14. Trabalho "Atresia Congênita Unilateral do canal auditivo externo" do XXXIV Congresso Brasileiro de Pediatria, - outubro 2009 - Brasília

15. Trabalho "Revisão de Casos: Torcicolo Muscular congênita" do XXXIV Congresso Brasileiro de Pediatria, - outubro 2009 - Brasília

16. Palestrante na sociedade De Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro com o tema " A Eletrofisiologia na Avaliação do Idoso - setembro de 2008

17. Anomalia do Primeiro Arco Branquial - 39º Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial, 2008, Belo Horizonte.

18. Trabalho "Linfoma não Hodkin difuso de grandes células B em tonsila palatina. Apresentado como Pôster no V Congresso da Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro. 2008

19. Glômus Júgulo-Timpânico: Relato de Caso e Revisão de Literatura - 6° Congresso da Fundação Otorrinolaringologia, 2007, Rio de Janeiro

20. Artigo "Cisto de Face gigante" Revista da sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro RSO - junho 2006

21. Trabalho "Lipoma Faríngeo" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - dezembro 2006 - Salvador

22. Trabalho " Cisto de Tornwaldt - Relato de Casos Clínicos e Revisão de Literatura" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - dezembro 2006 - Salvador

23. Trabalho "Amiloidose Laríngea: Caso Clinico e Revisão" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - dezembro 2006 - Salvador

24. Trabalho "Rotina de Proposta Propedêutica para diagnostico de Massas Cervicais" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - dezembro 2006 - Salvado
r

25. Trabalho "Síndrome de Klippel Feil: Revisão da Literatura e descrição de Caso Clinico" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, - dezembro 2006- Salvador

26. Trabalho "Paracoccidioidomicose Laringea em população Atendida em Hospital Universitário HUAP Niterói" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia CervicoFacial, - dezembro 2006 - Salvador

27. Trabalho "Melhoria da Qualidade de vida com Tratamento Pós Operatorio de Schwannoma do VIII Par" do XXXVIII Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervico Facial, -dezembro 2006 - Salvador

28. Síndrome de Klippel Feil: Revisão de Literatura - 2006 38 Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia - Salvador. 2006

29. Complicações endocraneanas de sinusites 38 Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia - Salvador. 2006

30. Teles Cyrillo RJ, Setúbal S, Teixeira da Silva Júnior C, Coca Velarde LG, Musser Tavares de Mattos AC, Bergallo Bezerra Cardoso R, Perez Cardoso G. Influência de um programade iniciação científica de graduação no perfil profissional dos médicos recém-formados. Revista Portuguesa de Pneumología 2010; XVI: 797-808.

31. CYRILLO, R. J. T. ; CARDOSO, G. P. ; Setubal S ; SILVA JUNIOR, C. T. . Personal characteristics of students in a graduate course in medicine in participating and not participating in a program of scientific initiation.. Pulmão RJ, v. 18, p. 19-22, 2009.

32. CYRILLO, R. J. T. ; Setubal S ; CARDOSO, G. P. ; SILVA JUNIOR, C. T. Influence of a scientific initiation program on scientific output on a medical course in Brazil. RevistaPortuguesa de Pneumologia, v. XIV, p. 635-645, 2008.

33. CYRILLO, R. J. T. ; CARDOSO, G. P. ; SILVA JUNIOR, C. T. . Does Participate in a project of search with students of scientific initiation on graduation interfere at scientific production of teaching staff?. Pulmão RJ, v. 15, p. 263-268, 2006.

34. BARBOSA, ADM. Semiologia Pediátrica. 2010. Capítulo de Semiologia Otorrinolaringológica.